Governo adota EAD na capacitação de aplicadores do ENEM

Governo adota EAD na capacitação de aplicadores do ENEM

Em:

A partir de 2019, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) será adaptado. Algumas mudanças serão implantadas. Por conta da redução de custos, o governo vai alterar as formas de capacitação dos colaboradores envolvidos nas aplicações das provas. Os participantes do projeto fazem cursos a distância e presenciais. Com as novas medidas de corte de gastos, as aulas EAD serão ampliadas e as presenciais terão necessidade revisada. Segundo Inep, a medida eliminará gastos com passagem aérea e terrestre, hospedagem, aluguel de salas e auditórios.

Mais novidades

Outra mudança será no procedimento de coleta de dado biométrico. O Inep passa a adotar uma pequena esponja que permite a coleta digital e pode ser usada mais de três mil vezes. Antes disso, o processo era feito por meio de uma lâmina de grafite, individual. Outra redução nos custos de aplicação da prova.

Mais economia

De acordo com Inep, na edição deste ano, os cadernos de provas não terão folhas de rascunho personalizadas impressas. A medida faz parte do Processo de Modernização do Inep e o objetivo é reduzir os gastos operações do certame. Com a mudança, os cadernos de questões do Enem serão diagramados novamente e passarão a ter mais espaços em branco para que, segundo o Inep, o estudante tenha onde realizar a redação e demais cálculos.

Postar um comentário

Responder este comentário